Secção Museu
Página de EntradaPesquisarMapa do SiteAjudaPerguntas Mais Frequentes
Página de ENtradaPesquisarMapa do SiteAjudaPerguntas Mais Frequentes
Exposição - InícioServiçosColecçõesBiblioteca
saltar menu: ALT+x
Primeira Sala

Moedas
Serralharia
Vidro
Olaria
Carpintaria
Cantaria
Fiação
Agricultura
Construção Civil
Utensilios e Ferramentas
Louças
Lucernas
Escrita
Jogos e Passatempos
Adorno
Equipamento Militar
Pesos e Medidas
Saúde e Higiene
Mapa do Museu com a primeira sala seleccionada Segunda Sala Terceira Sala Quarta Sala
Fotos alusivas às moedas. Os links abrem uma nova janela. Foto alusiva às moedas Foto alusiva às moedas Foto alusiva às moedas Foto alusiva às moedas

Moedas


A partir de 269 a.C., os Romanos cunharam as suas primeiras moedas em disco metálico de bronze que se tornaram a unidade fundamental do futuro sistema monetário e, depois da Segunda Guerra Púnica, o denarius de prata. Estas moedas circulam em Conimbriga até ao final do século I d.C.

Ainda antes e durante a dominação dos Romanos, os povos ibéricos cunharam moeda própria de prata e bronze em numerosas localidades ibéricas ou da zona íbero-púnica; as pouquíssimas espécies encontradas em Conimbriga são desta área e tardias (206 a 70-60 apr., a C.).

A distribuição de espécie em Conimbriga acompanhou os ritmos de todo o Império. Com a grave crise política e económica vivida no século III aumenta o número de espécies e baixa o seu valor real: à solidez do denário e do sestércio sucede a moeda de bilhão - um núcleo à base de cobre, banhada de prata.


Topo da Página
English
2002 @ Museu Monográfico de Conimbriga / IPMWebdesign: Mediaprimer.pt